Pela preservação da familia e liberdade de expressão.

sábado, 14 de maio de 2011
Vote contra a PL122

Artigo 1º: Serão punidos na forma desta lei os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, gênero, sexo, orientação sexual, identidade de gêneros.

Comentário: Eles tentam se escorar na questão de raça e religião para se beneficiar. O perigo do artigo 1º é a livre orientação sexual. Esta é a primeira porta para a pedofilia. É bom ressaltar que o homossexualismo é comportamental, ninguém nasce homossexual; este é um comportamento como tantos outros do ser humano.


--------------------------------------------------------------------------------

Artigo 4º: Praticar o empregador, ou seu preposto, atos de dispensa direta ou indireta. Pena: reclusão de 2 a 5 anos.

Comentário: Não serão os pais que vão determinar a educação dos filhos — porque se os pais descobrirem que a babá dos seus filhos é homossexual, e eles não quiserem que seus filhos sejam orientados por um homossexual, poderão ir para a cadeia.


--------------------------------------------------------------------------------

Artigo 8º-A: Impedir ou restringir a expressão e a manifestação de afetividade em locais públicos ou privados abertos ao público, em virtude das características previstas no artigo 1º desta lei. Pena: reclusão de dois a cinco anos.

Comentário: Isto significa dizer que se um pastor, ou padre, ou diretor de escola — que por questões de princípios — não queira que no pátio da igreja, ou escola haja manifestações de afetividade, irão para a cadeia.


--------------------------------------------------------------------------------

Artigo 8º-B: Proibir a livre expressão e manifestação de afetividade do cidadão homossexual, bissexual ou transgênero, sendo estas expressões e manifestações permitidas aos demais cidadãos ou cidadãs. Pena: reclusão de dois a cinco anos.

Comentário: O princípio do comentário é o mesmo que o do anterior, com um agravante: a preferência agora é dos homossexuais; nós, míseros heterossexuais, podemos também ter direito à livre expressão, depois que é garantida aos homossexuais. O parágrafo do artigo que vamos comentar a seguir "constituiu efeito de condenação".


--------------------------------------------------------------------------------

Artigo 16º, parágrafo 5ª: O disposto neste artigo envolve a prática de qualquer tipo de ação violenta, constrangedora, intimidatória ou vexatória, de ordem moral, ética, filosófica ou psicológica.

Comentário: Aqui está o ápice do absurdo: o que é ação constrangedora, intimidatória, de ordem moral, ética, filosófica e psicológica? Com este parágrafo a Bíblia vira um livro homofóbico, pois qualquer homossexual poderá reivindicar que se sente constrangido, intimidado pelos capítulos da Bíblia que condenam a prática homossexual. É a ditadura da minoria querendo colocar a mordaça na maioria. O Brasil é formado por 90% de cristãos. Não queremos impedir ou cercear ninguém que tenha a prática homossexual, mas não pode haver lei que impeça a liberdade de expressão e religiosa que são garantidas no Artigo 5º da Constituição brasileira. Para qualquer violência que se cometa contra o homossexual está prevista, em lei, reparação a ele; bem como assim está para os heterossexuais. A PL-122 não tem nada a ver com a defesa do homossexual, mas, sim, quer criminalizar os contrários à prática homossexual — e fazem isso escorados na questão do racismo e da religião.

4 comentários:

  1. rosangela disse...:

    QUERO Q SAIBAM Q NAO ESTAMOS LUTANDO CONTRA OS HOMOXEXUAIS, PELO CONTRARIO, INDEPENDENTE DAS SUAS PRATICAS...NOS OS AMAMOS DE TODO CORAÇAO...QUANTO MENOS JULGA-LOS...NAO SOMOS JUIZES, PQ SEGUNDO A BIBLIA CADA UM DARA' CONTA DE SI MESMO... MAS ESTAMOS LUTANDO PELA NOSSA LIBERDADE DE EXPRESSAO...AFINAL SOMOS OU NAO UM PAIS DEMOCRATA?

  1. Marcela disse...:

    Cara Teresa, estava lendo sobre a Lei em questão quando me deparei com seu texto. Seguem alguns comentários sobre:

    Artigo 1°
    É no mínimo, falta de informação, associar homossexualismo à pedofilia. Uma GRAVE falta de informação.

    e afirmar que "ninguem nasce homossexual" é também, no minimo, falta de leitura e vivência. Não vivência homossexual, não me entenda mal. Falta de vivência científica, de quem vive em uma "bolha" alienada de intolerância e, novamente, desinformação.

    Artigo 4°
    dispensar alguem pela opção sexual é uma atitude retrógrada. se os pais vão dispensar uma babá, não deve ser porque ela é homossexual e sim por outro motivo: roubo, abuso sexual, conduta inapropriada, ou seja, algum feito decorrente de algum desvio de caráter. e o homossexualismo não esta entre eles. a babá pode ser homo ou hétero. mas falta de caráter, e de valores que podem determinar a dispensa de qualquer empregado, não estão associados a opção sexual. e a lei não é complacente nesses casos. (não estou falando de justiça, estou falando de lei). e dizer que "os pais não determinarão a educação dos filhos" é menosprezar a própria condição paterna/materna. (ou materna/materna - paterna/paterna).Infelizmente a preocupação maior de certos pais, não é com a educação, mas com a opção sexual. A homo ou heterossexualidade, independente da educação que receber, mais cedo ou mais tarde se manifesta, pois independe da "educação" a qual a senhora se refere.

    Artigo 8 a°
    se o padre, pastor ou diretor de escola não permitem que heterossexuais protagonizem cenas de afetividade, o mesmo vale para os homossexuais...e vice versa...esse artigo veio para equalizar, nada de dois pesos e duas medidas. se um não pode, o outro tbem não...

    Artigo 8°b
    ...e se heterossexuais podem, homos, também. igualdade para todos. não existe "preferência" para os homossexuais.

    Artigo 16°
    Outro dado que não contribui para a discussão: "o Brasil é formado por 90% de cristãos". o que isso significa? 90% de pessoas acima do bem e do mal, que não cometem injustiças, que não são preconceituosoas? que acolhem o proximo? que paraíso, não? onde estão os reflexos tão positivos no mundo desses 90% de cristãos??? Cristão tem, às pencas. O que faltam são ATITUDES CRISTÃS, de fato, como tolerância, amor e principalmente respeito ao livre arbítrio.

    Não "gostar" ou não "aceitar" de qualquer coisa é direito de todos. Desde que os argumentos utilizados para justificar o “não gostar” ou “não aceitar” não sejam baseados em preconceito e falta de informação.

    Marcela Godoy,
    Bióloga, Professora Universitária e Heterossexual.

  1. rosangela disse...:

    E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me.

    Porque, qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas qualquer que, por amor de mim, perder a sua vida, a salvará.

    Porque, que aproveita ao homem granjear o mundo todo, perdendo-se ou prejudicando-se a si mesmo?

    Porque, qualquer que de mim e das minhas palavras se envergonhar, dele se envergonhará o Filho do homem, quando vier na sua glória, e na do Pai e dos santos anjos.



    É NISSO QUE CREIU...


    ASS:ROSANGELA, MÃE , DONA DE CASA, FALHA MAS DISPOSTA A SERVIR A JESUS E QUE AMA AS PESSOAS COM O AMOR DE DEUS

  1. rosangela disse...:

    Para responder a essa pergunta, o pastor Silas Malafaia criou um hotsite, onde justifica suas críticas aos pontos mais polêmicos desse projeto de lei, que há tempos tem gerado controvérsias nacionais. Afinal, o PL 122, desarquivado pela senadora Marta Suplicy, do PT, criminaliza qualquer ação, opinião ou crítica que venha a ser interpretada como discriminação ou preconceito quanto ao homossexualismo no Brasil. O texto fere direitos garantidos pela Constituição brasileira, como a liberdade religiosa e de expressão, registradas no artigo 5º.

    Na manhã desta quinta-feira, 12 de maio, a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado começou a discutir o PL 122 em caráter de urgência. Entretanto, o assunto foi retirado da pauta pela própria relatora, Marta Suplicy. A senadora se assustou com a rejeição dos cristãos, principalmente da igreja evangélica e seus representantes no Congresso. Ela disse estar, então, disposta a ouvir antes de prosseguir o debate.

    “Vencemos a primeira etapa. Mas a luta continua. Confira o hotsite e participe dessa manifestação em Brasília. Divulgue. Envie também e-mail para os senadores repudiando a aprovação desse projeto. É uma afronta contra a família, a liberdade de expressão e religiosa”, externou o pastor Silas Malafaia, que marcou uma manifestação pacífica contra o PL 122 em frente ao Congresso Nacional, em Brasília (antecipada para o dia 1º de junho, às 15h).

    Durante a discussão da CDH, a TV Senado transmitiu ao vivo os comentários da senadora e dos parlamentares que apoiam o PL 122. Mas, quando o senador Magno Malta começou a questionar os pontos críticos do projeto, a emissora paralisou a exibição. O assunto foi transmitido, então, pela rádio on-line.

    Baixe aqui o texto completo do PL 122.

Postar um comentário